Janiópolis, sexta-feira, 17 de setembro de 2021 ESCOLHA SUA CIDADE

Paraná

13/09/2021 | Concebido por Goioerê

Mais de mil pessoas aderiram ao ID Jovem no mês de agosto no Paraná

Mais de mil pessoas aderiram ao ID Jovem no mês de agosto no Paraná

O documento possibilita acesso aos benefícios de meia-entrada em eventos artístico-culturais e esportivos e também a vagas gratuitas ou com desconto no sistema de transporte coletivo interestadual.

No mês de agosto, a Secretaria estadual da Justiça, Família e Trabalho, através da Coordenação de Políticas Públicas para a Juventude, reforçou as ações de divulgação para o programa ID Jovem (Identidade Jovem) e possibilitou o cadastro de 1.233 jovens aptos para obter a identificação.

O documento possibilita acesso aos benefícios de meia-entrada em eventos artístico-culturais e esportivos e também a vagas gratuitas ou com desconto no sistema de transporte coletivo interestadual.

Somente na primeira semana de agosto, em um mutirão realizado nos Centros de Referência da Assistência Social (Cras) em municípios da Região Metropolitana – Colombo, Campo Largo, Fazenda Rio Grande, Almirante Tamandaré e Pinhais – foram cadastradas quase 200 pessoas por dia, totalizando 974 jovens.

Jovens da socioeducação terão carteira de trabalho física para o mercado

Paraná e União assinam protocolos para reforçar proteção de adolescentes

“A ideia é que cada vez mais jovens usufruam dos seus direitos. A meta do programa é garantir aos jovens de baixa renda acesso a benefícios relacionados ao direito à cultura, território e mobilidade”, disse o secretário Ney Leprevost. A ID Jovem também isenta do pagamento de inscrição em concursos públicos e vestibulares de universidades e institutos federais, bem como da taxa de inscrição no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

COMO SE CADASTRAR – O cadastro ou a revalidação do ID Jovem pode ser feita totalmente de forma virtual, por meio do aplicativo ID Jovem 2.0 (disponível para Android e iOs) ou diretamente no SITE.

O documento é válido por 180 dias e o benefício pode ser utilizado até mesmo por quem já concluiu os estudos.

Para o jovem ter acesso ao documento ele também precisa estar cadastrado no Cadúnico, um instrumento de coleta de dados que tem como objetivo identificar famílias de baixa renda no país. Para se cadastrar basta acessar AQUI.

 

PUBLICIDADE

Fonte: GOIOERÊ | CIDADE PORTAL | AGÊNCIA DE NOTÍCIAS DO PARANÁ - AEN

OPINE!

CIDADE PORTAL
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso.

Desenvolvido por Cidade Portal