Janiópolis, sexta-feira, 22 de janeiro de 2021 ESCOLHA SUA CIDADE

Paraná

25/11/2020 | Concebido por Goioerê

Reservatório do Parque Estadual Lago Azul recebe mais 73 mil peixes

Reservatório do Parque Estadual Lago Azul recebe mais 73 mil peixes

São jundiás, dourados, pintados, pacus, piauçus, curimbatás e lambaris. Ação faz parte do acordo de compensação ambiental firmado pelo Governo do Estado com a empresa responsável gestão e operacionalização da Usina Mourão. Parque abriga perobas, cedros, ipês e araucária.

O Governo do Estado, por meio do Instituto Água e Terra (IAT), em conjunto com a empresa Enel Green Power Mourão, fez a 11ª soltura de peixes juvenis nativos no reservatório do Parque Estadual Lago Azul, no Centro-Oeste do Paraná.

A ação, executada pelo Escritório Regional do IAT de Campo Mourão, faz parte do acordo de compensação ambiental firmado pelo Governo do Estado com a empresa responsável pela gestão e operacionalização, desde 2017, do reservatório da Usina Mourão, localizada naquela região.

“O repovoamento das bacias hidrográficas do Paraná é resultado de uma condicionante imposta para a Enel continuar operando a Usina no Lago Azul. É uma parceria que permite constantemente o repovoamento de peixes nativos”, afirmou o chefe do Escritório Regional do IAT em Campo Mourão, Fabiano Viudes.

Ele destaca que as espécimes selecionadas para o repovoamento de peixes nativos no reservatório levaram em conta os impactos da atividade realizada no local.

“Foram pré-definidos dois pontos de soltura com 73 mil indivíduos de seis espécimes distintas, atestadas de sanidade, para compor o conjunto do reservatório”, explicou. A soltura envolveu mil jundiás, mil dourados, mil pintados, dez mil pacus, dez mil piauçus, dez mil curimbatás, e quarenta mil lambaris.

LAGO AZUL – O Parque Estadual Lago Azul é uma zona de transição de florestas, dentro da área da Usina Mourão. A área da Unidade de Conservação tem a dimensão equivalente a quase dois mil campos de futebol e é formada por dois tipos de floresta: a estacional semidecidual, onde predominam espécies como perobas, cedros e ipês; e a floresta ombrófila mista, reino da araucária e espécies a ela associadas.

Foi com a instalação da Usina Hidrelétrica Mourão que o reservatório e todo o seu entorno passaram a constituir-se em um patrimônio natural de grande potencial turístico e de recreação para a região.

 

PUBLICIDADE

Fonte: GOIOERÊ | CIDADE PORTAL | SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL E TURISMO

OPINE!

CIDADE PORTAL
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso.

Desenvolvido por Cidade Portal